10 regras para garantir a segurança do pet

04/12/2017 - 15:04

Com elas, você previne acidentes e ameniza o estresse do cão durante Natal e Réveillon
spepple22/iStockphoto

spepple22/iStockphoto

Quando você criar aquele grupo no Whatsapp ou no Facebook para organizar a sua festa de fim de ano, aproveite para listar algumas recomendações importantes que darei a seguir a fim de garantir a segurança do seu cão, pois ele também faz parte da sua família!

REGRA 1: Barulhos excessivos

Cães têm uma audição aproximadamente seis vezes maior do que a de humanos, portanto, fogos de artifício ou semelhantes, muito comuns em datas como Natal, Ano-Novo ou em jogos de futebol, são uma tortura auditiva para eles. Alguns cães, quando filhotes, podem desenvolver traumas ou até mesmo pânico quando expostos ao barulho estrondoso de fogos. Alguns, inclusive, desenvolvem traumas e fobias seríssimas que podem carregar consigo por toda a vida.

O melhor a fazer nessas situações é preservar o pet, colocando-o em um local onde conseguimos amenizar o seu sofrimento. Isso significa deixá-lo onde o barulho possa ser menor, como um quarto, junto com alguma camiseta usada que tenha o cheiro do tutor ou feromônios sintéticos que encontramos à venda no mercado pet. Uma toca onde o cão possa se acomodar é outro refúgio que certamente auxiliará a resolver essa questão.  

Saiba mais adquirindo a edição 462 da revista Cães & Cia.

https://www.editoratopco.com.br/loja/caes-e-cia/categoria