Talento precoce vence campeonato nacional

Categoria: Radar Pet

Autor(a): Fábio Bense | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas - SP | 31/08/2017 - 09:36

World Sheepdog Trial
João Vitor segurando troféu de campeão da categoria Young Handler em prova realizada na Bélgica | Arquivo Pessoal

João Vitor segurando troféu de campeão da categoria Young Handler em prova realizada na Bélgica | Arquivo Pessoal

O mais jovem competidor da história do Campeonato Mundial de Pastoreio é gaúcho: João Vítor Schaf, de 11 anos, que, conduzindo a cachorra Border Collie Maya, participou na categoria Young Handler (até 21 anos) na edição 2017 do evento, realizada na Holanda, de 13 a 16 de julho.

Eles competiram primeiramente com 23 duplas e, junto de outras 11, se classificaram para a semifinal da categoria. Dessas, apenas cinco foram para a final, mas não foi o caso dos dois.

“Meu filho está sempre buscando melhorar. Ele é ainda uma criança que precisa de mais experiência, adquirida dia a dia diante das dificuldades e adversidades que vai enfrentando nas provas, por exemplo no caso do Mundial, as ovelhas holandesas se mostraram bem mais ariscas e ligeiras do que as normalmente encontradas no Brasil”, diz Diego Schaf, da República do Border, centro de treinamento para cães de pastoreio. Lá João Vitor treinou os três Borders que já conduziu nos eventos. Ele estreou nas provas do campeonato nacional com adultos aos 9 anos. Desde então se consagrou, na modalidade com ovinos, vice-campeão brasileiro na categoria novatos; campeão brasileiro na categoria ranch (de complexidade intermediária); campeão na categoria Young Handler de provas na Bélgica e na Inglaterra.