Cuidados com cães e gatos que sofrem de problemas intestinais

Categoria: Educação/ Consultório

Autor(a): Total Alimentos | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas | 28/03/2018 - 13:54

Veja causas, sintomas e tratamentos para doenças intestinais em pets
iStock/ IgorZakowski

iStock/ IgorZakowski

As doenças intestinais em pets podem aparecer como consequência de diversas questões, apresentando-se de forma crônica ou aguda. Em ambos os casos, é fundamental que o animal seja levado ao veterinário para receber os cuidados corretos como medicação e adequação alimentar.
 
Quem tem um cão ou um gato deve imaginar o desespero que é vê-lo fraco, vomitando, com diarreia e perdendo peso. Quando diagnosticados precocemente, os problemas intestinais podem ser tratados e o seu cão ou gato voltará a levar uma vida normal.
 
“As doenças inflamatórias intestinais mais comuns em gatos são a enterite linfocítico-plasmocítica, a enterite linfocítica benigna e a colite linfocítico-plasmocítica. Nos cães, os tipos mais diagnosticados são a enterite linfocítico-plasmocítica e a colite linfocítico-plasmocítica”, conta a médica veterinária e coordenadora da comunicação científica da Equilíbrio, Bárbara Benitez.
 
Fique sempre atento ao comportamento do cachorro ou gato, porque, se essas doenças não forem diagnosticadas cedo, podem gerar outras complicações.


Causas e tipos de problemas intestinais
Identificar a origem do problema intestinal é a primeira etapa do diagnóstico. Algumas dessas doenças são causadas por infestação de bactérias nocivas. Para evitar as infecções geradas por essas bactérias, é fundamental que o cão ou gato seja vermifugado de acordo com de acordo com indicação do veterinário com a periodicidade correta.
 
“A automedicação não é indicada, principalmente, porque, ao invés de tratar, você pode prejudicar ainda mais a saúde do seu animal. Além disso, todo cuidado é pouco com o uso dos antibióticos para cães e gatos. Existem antibióticos que podem causar desequilíbrio na flora intestinal, pois matam as bactérias saudáveis e abrem espaço para a disbiose”, alerta Bárbara.


iStock/ cynoclub
 
Problemas intestinais causados pela disbiose
Cães e gatos são suscetíveis à disbiose - mais popularmente conhecida como “intestino permeável”. “Essa doença se manifesta quando existe ausência das boas bactérias no intestino, o que desregula o equilíbrio natural do organismo e dificulta a absorção de proteínas que podem passar para a corrente sanguínea do animal causando reações alérgicas e doenças autoimunes. Esse desequilíbrio também pode levar ao aparecimento de câncer e à degeneração de órgãos, como fígado e rins”, declara a médica veterinária.
 
Por isso é tão importante prestar atenção se o seu cão ou gato está se alimentando corretamente e levá-lo o mais rápido possível ao veterinário caso note alguma alteração como diarreia, apatia, falta de apetite, perda de peso, entre outras.
 
Problemas intestinais causados pela intolerância alimentar
Outro fator que pode gerar uma doença intestinal é a intolerância alimentar. Alguns cães e gatos acabam desenvolvendo sensibilidade a determinado ingrediente presente em sua dieta ou quando sofrem alguma mudança na alimentação. Essa sensibilidade gera uma inflamação que, por consequência, pode acarretar uma doença inflamatória intestinal.
 
“Nesse caso, também é recomendado levar o animal ao veterinário para que ele identifique a substância que está causando a intolerância alimentar e, assim, possa indicar a dieta adequada”, orienta Bárbara.


iStock/ Tomwang112

Doença inflamatória intestinal
Um problema que pode afetar o seu cão ou gato é a doença inflamatória do intestino, que tem como causas possíveis: fatores genéticos, alergias a alimentos, parasitas, bactérias e anormalidades do sistema imunitário.
 
“Tome cuidado para não confundir a inflamação do intestino com a síndrome do intestino irritável, que é causada por estresse psicológico. Um dos principais sintomas da doença inflamatória do intestino é o vômito crônico e a diarreia constante”, alerta Bárbara.
 
Apenas o veterinário poderá diagnosticar corretamente e indicar o tratamento para controlar a doença para que o animal tenha mais qualidade de vida. Algumas raças de cães são mais propensas a desenvolver a doença inflamatória intestinal, como Basenjis, terriers, Shar Peis e Pastores Alemães.
 

Lembre-se de levar o seu cão ou gato regularmente ao veterinário para fazer check-ups e evite mudanças radicais na alimentação do seu animal de estimação.