Bull Terrier Miniatura: como é conviver com ele?

Foto: Bibbo/ Nome do cão: Raisin Punch Terra Viva/ Proprietário: canil Energy Dogs – A marca registrada do Bull Terrier Miniatura é a cabeça em forma de ovo, selecionada nos idos de 1850, quando o tipo da raça foi padronizado

Pequeno e determinado, esse cão apaixonante  nasceu para viver em família, pelo temperamento equilibrado, amoroso e protetor

O Bull Terrier Miniatura surgiu na Inglaterra, quase que paralelamente ao Bull Terrier Standard, cujo padrão racial é o mesmo com exceção do limite de tamanho. “Enquanto este último já havia sido reportado desde o final do século XVIII, os primeiros Bull Terrier Miniaturas só se tornaram conhecidos no começo do século XIX, mas, muito leves e frágeis, quase foram extintos logo depois”, relata Leopoldino Abreu, do canil Energy Dogs, de Curitiba. Ele acrescenta: “Alguns entusiastas resolveram resgatá-los algumas décadas depois, partindo para um padrão mais robusto que estabelecia limites só para a altura e não mais para o peso”. Eles tiveram sucesso e, assim, o reconhecimento britânico como raça veio em 1938.

Apesar de antiga, em nosso país, a criação de Bull Terrier Miniatura somente ultrapassou a casa de 100 registros anuais concedidos pela Confederação Brasileira de Cinofilia a partir de 2016. Em 2019, foram 127.

Seja bem-vindo(a) leitor(a)!
Ainda não é assinante?

Assine agora e tenha acesso ilimitado a todas as materias de todas as edições da revista Medicina Veterinária em Foco!

Assinar


Clique aqui e adquirá já a edição 490 da Cães & Cia!