Cadela é a primeira a praticar Base Jump

Foto aquivo pessoal

Presa na mochila de seu dono, uma cadela da raça Australian Cattle Dog miniatura chamada Whisper (Sussurro, em inglês), de 4 anos, consagrou-se como o primeiro cão a praticar Base Jump, uma modalidade esportiva pra lá de radical e arriscada, que consiste
em realizar saltos de penhascos, antenas, pontes e prédios. A ideia de saltar de um penhasco com um cão não partiu de qualquer um, já que o dono de Whisper é o escalador, alpinista, equilibrista (praticante de slackline) e paraquedista Dean Potter, famoso por seus feitos radicais, como o recorde que bateu em 2006 escalando a Reticent Wall, uma das mais difíceis paisagens do El Capitan (situado do parque de Yosemite Valley, na Califórnia), em 34 horas e 57 minutos (o recordista precedente havia feito em 5 dias).

Há países que não permitem o Base Jump por ter taxa de mortalidade muito alta. Por esse motivo, a dupla radical realizou sua aventura em um dos poucos países onde a prática é liberada, a Suíça, escalando o pico Eiger, de quase quatro mil metros de altura. E não pense que essa foi a primeira vez que Whisper participou de programas radicais. Segundo Potter, a cadela é uma excelente nadadora de oceano e sabe interpretar as ondas assim como os surfistas. Também é ótima em trilhas e escalou o penhasco Royal Arches quase sem ajuda. Para escalar o pico Eiger, Whisper teve ajuda de cordas, de equipamentos e também do colo do dono. Para saltar, a cadela foi colocada em uma mochila presa a Potter, bem como usou óculos de proteção.

YouTube/Reprodução

Já Potter vestiu uma roupa especial dotada de membranas que direcionam o voo. Quase no final da queda, a dupla abriu o pára-quedas para tocar o chão novamente. No final do vídeo produzido por Potter e chamado de Why Dogs Fly (“Porque cães voam”) que mostra o salto (www.youtube.com/ watch?v=AGWiZLy0YuI), Whisper dá latidos e pulos que parecem de alegria, mas muitos interpretaram como sendo de medo e pânico. Segundo Potter, Whisper sempre comemora seus saltos dessa forma. E a cadela já realizou dezenas deles. “Tudo o que Whisper quer é estar perto de sua matilha.
Quando partimos para alguma aventura ela nos acompanha. Ela é apenas um cãozinho leal com um papai bastante aventureiro”, diz Potter, que viaja bastante com sua namorada, Jen, e sempre leva Whisper com eles. “Isso pode parecer assustador para quem não está acostumado em praticar tais atividades na natureza, mas prezamos muito pela segurança de Whisper”, rebate Potter, aos que criticam sua atitude e o acusam de colocar a vida da cadela em risco.
Em seu site, Dean Potter relata outras aventuras com o companheiro de muitas jornadas. Confira: deanspotter.com/whisper-dog


Reportagem e coordenação de imagens: Samia Malas • Revisão de estilo: Marcos Pennacchi • Texto: Marcos Pennacchi e Samia Malas.


Clique aqui e adquira já a edição 491 da Cães & Cia!