Castração

Veterinário: Médico Veterinário 03/03/2016 - 06:56:53

Gostaria de saber se depois da castração o animal tem tendência a engordar mais facilmente.

R: Thais, sim, a ausência dos hormônios reprodutivos causada pela castração pode repercutir em maior acúmulo de gordura no organismo. Entretanto, é relativamente simples evitar o sobrepeso, já que o controle está associado a uma conta simples: calorias ingeridas versus calorias gastas. O metabolismo tende a ficar mais lento após a castração, especialmente em fêmeas, cujos hormônios reprodutivos participam da ativação de certas vias metabólicas que podem justificar algum ganho de peso. Com a castração, machos também podem engordar, pois param de produzir testosterona, hormônio tradicionalmente associado à manutenção de massa muscular bem desenvolvida e a menor percentual de gordura corporal. Os hormônios reprodutivos também exercem papel sobre a saciedade. Assim, animais castrados tendem a ter maior apetite, especialmente na espécie felina, particularmente machos. Se esse maior apetite estiver associado a maior acesso à comida, fatalmente resultará em ganho de peso. Não é regra, mas alguns animais castrados ficam mais sedentários, o que pode levá-los a engordar se o fornecimento de alimentos não for ajustado à nova condição. Apesar de esperado, o ganho de peso após a castração é perfeitamente evitável. As medidas mais eficazes contra o sobrepeso são: • Cálculo da nova quantidade ideal de alimento, feito pelo médico-veterinário com base em observação e avaliação criteriosas, para reduzir a quantidade de calorias oferecida diariamente. Em geral, essa redução é de 10 a 30%; • Levar em conta a existência de alimentos com maior teor de proteínas e fibras, que estimulam a saciedade, bem como com menor quantidade de gordura e de açucares. Esse tipo de dieta, chamada de saciogênica, é a mesma empregada para promover emagrecimento em pacientes gordinhos; • Ao servir o alimento, respeitar a quantidade diária estipulada. Caso o animal receba petiscos, restos alimentares e mesmo frutas inocentes, deve-se contabilizar esses extras na conta diária de calorias ingeridas, para evitar sobrepeso; • Estimular a atividade física para evitar que o animal ganhe peso. Adotam-se iniciativas como incrementar a rotina de passeios e as brincadeiras, empregar brinquedos em casa, recompensar o animal com brincadeiras e carinho ao invés de com alimentos.   A castração proporciona benefícios para a saúde do animal e, por eliminar comportamentos sexuais e territoriais considerados inadequados, facilita o convívio com os humanos. Por outro lado, a obesidade é considerada uma doença endócrino-metabólica, que está associada a impactos negativos na qualidade e expectativa de vida, por aumentar a incidência de complicações. Favorece, por exemplo, diabetes mellitus, doenças de coluna, elevações de colesterol e triglicerídeos no sangue e obstrução do trato urinário. Portanto, evitar que ocorra sobrepeso após a castração é um cuidado fundamental que não é difícil de ser posto em prática. É, principalmente, uma questão de conscientização.   Álan Gomes Pöppl, professor no Departamento de Medicina Animal da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, diretor substituto e coordenador do Serviço de Endocrinologia e Metabologia do HCV-UFRGS e sócio-fundador da Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária.

Pergunta enviada por: Thais Cabral Pereira - balneario camboriu / SC

Perguntas relacionadas

26/06/2017 - 15:54:49

Castrar por: Cleonice Maria Martins

R: Olá Cleonice! Somos uma revista especializada em cães, não...

05/03/2017 - 06:17:30

Estou realizando um evento de pit gameness em Ibirité-MG e gostaria de saber qual o valor para anunciar na revista. por: André Rocha Guedes

R: Olá André! O Contato para valores de anúncios...

06/12/2016 - 21:01:55

Meu Shih Tzu de 5 meses está comendo fezes. O que eu faço? Já o levei ao veterinário e nada resolveu. por: Maria De Lourdes Camargo

R: A coprofagia (ato de comer fezes) ainda não foi amplamente desvendada,...