Canis são vítimas de golpes na internet

É preciso ter cuidado redobrado na hora de comprar filhotes de raça em sites – Foto: Eva Blanco/iStockphoto.com

Nos últimos meses, alguns canis de renome no Brasil têm registrado boletim de ocorrência contra um golpe que vem sendo aplicado em sites de venda como a OLX, alerta Paula Tieni, criadora de Buldogue Francês e investigadora de polícia do 3º Distrito Policial de Jundiaí. Paula explica que, utilizando nome e cadastro falsos – mas com nome de canil conhecido – e fotos de filhotes pet ou ainda fotos de criadores renomados, os golpistas anunciam os cães por preço inferior ao mercado ou até com preços razoáveis. “Em seguida, pedem ao interessado em adquirir o filhote que pague 30% do valor para fazer a reserva do animal. Quando a pessoa paga, ela recebe um texto com dizeres que criticam o ato de compra de animais, e avisam que a pessoa sofreu um golpe”, diz. 

Uma das dezenas de vítimas é Jarbas Passarelli, de Itupeva, SP, que cria Boston Terrier pelo canil JPassarelli desde 2006. Segundo o criador, os golpistas até criaram um site em nome do canil, que não possui site, apenas Facebook e Instagram. “Agora estão anunciando filhotes com o nome do canil da Caroline Waldenmeyer, o Império Canino, também de Boston Terrier, mas usando uma foto minha que fiz com o fotógrafo Edmilson Reis. E ainda colocam o nome do Edmilson como vendedor do canil. Percebe-se que não é algo amador, pois eles alternam direto os anúncios e ainda usam plataformas não rastreáveis para montar os sites”, aponta Jarbas. Ainda segundo ele, mais de 100 vítimas já pagaram boletos ou fizeram depósitos em contas frias. 

Para não cair nesses golpes, Paula alerta: “Existem canis confiáveis que vendem filhotes por esses sites, mas para não cair em golpe, é preciso tomar alguns cuidados. Visite o canil (não combine de entregar o pet em algum lugar), não se atenha aos dados do anúncio desses sites e entre em contato direto com a pessoa, se informe sobre o canil, ligue em algum telefone fixo do canil, converse diretamente com o criador, veja se as informações contidas no anúncio de venda de filhote batem com os sites oficiais, procure por criadores que anunciam em revistas especializadas, que são cadastrados em entidades como a CBKC ou Sobraci e atuam há algum tempo no meio da criação, veja se aquele canil cria mesmo as raças que estão sendo anunciadas”. 


Por: Samia Malas


Clique aqui e adquirá já a edição 490 da Cães & Cia!