O novo adestramento cognitivo-emocional

04/09/2015 - 07:36

Confira entrevista com o idealizador desta técnica desenvolvida na Espanha. A proposta é fazer o cão aprender raciocinando em vez de decorar comandos

Criol 2008

Criol 2008

Cães convivem com os seres humanos há mi-lhares de anos. Não à toa são considerados os me-lhores amigos do Homem. No processo de domesticação aprenderam a compreender muito do que comunicamos. Entendem bastante nossas linguagens oral, gestual e corporal, percebem nossas emoções bem como sentem empatia por nós, tudo comprovado por diversos estudos.

A proposta básica do adestramento cognitivo-emocional é o cão usar suas capacidades cognitivas para compreender as ações treinadas em vez de executá-las de forma mecanizada. A aplicação de conhecimentos científicos permite também aproveitar com maior eficiência a capacidade social da espécie, o afeto e o vínculo que desenvolve com o parceiro humano. Com a melhor relação e comunicação entre ambos, o cão realiza as condutas sem depender de petiscos e brinquedos.


Saiba mais adquirindo a edição 435 da revista Cães & Cia.


 

http://www.caes-e-cia.com.br/nossas-revistas/