Angorá Turco: muito além do branco total

04/12/2015 - 15:04

Cores e marcações diferentes ampliam as possibilidades de criação deste gato que inicialmente só era aceito na cor branca

Juliana Grossi /Gatil Bungalow

Juliana Grossi /Gatil Bungalow

Ninguém pode negar. O gato Angorá todo branco, com olhos azuis, âmbar ou um de cada cor e longas orelhas enfeitadas com tufos, chama mesmo a atenção. “Desde quando os ocidentais conheceram a raça, o branco puro é símbolo de status”, avalia Cleber Delázari, do gatil Bungalow, de Belo Horizonte.
De origem antiquíssima, que se confunde com a dos milenares gatos egípcios, o Angorá tradicional acumula ampla variedade de cores e marcações. Mas, em 1939, quando o governo turco resolveu preservar esse gato por sua importância cultural, concentrou-se na cor branca com olhos azuis, âmbar ou um de cada cor, peculiaridade especialmente apreciada.

Saiba mais adquirindo a edição 438 da revista Cães & Cia.



 

http://www.caes-e-cia.com.br/nossas-revistas/