Kerry Blue: seduzindo handlers e groomers

04/02/2016 - 13:36

Apesar de raro, ele tem mostrado sucesso acima da média em exposições e competições de tosa

Timi / iStock

Timi / iStock

O Kerry Blue moderno tem se destacado em situações bem diversas daquelas que enfrentou por séculos na Irlanda, quando suas principais funções eram capturar ratos e trabalhar como cão de fazenda. Hoje ele é visto mais facilmente em exposições de beleza. É usado também em campeonatos de grooming, nos quais tosadores exibem suas habilidades no trato com a pelagem.
“Entre os cães de estatura média, o Kerry Blue se sobressai pelo porte imponente, valorizado pela longa barba e orelhas direcionadas para frente”, comenta o criador de Kerry Blue José Manuel Pedreira Mouriño, do canil Black Flag, de São Paulo. “É difícil não ficar encantado com a cor e a textura ondulada e macia dos pelos desse cão e com a maneira simpática como se comporta.” Na raça, a vitalidade típica dos terriers se combina com uma índole especialmente colaborativa. O corpo bem proporcionado e musculoso é coberto por pelagem farta e macia, que se estende até a cabeça. Os pelos são ondulados, mas tornam-se gradativamente lisos nas pernas, com textura reta e cheia. É possível “esculpir” o cão de modo a obter grandes sobrancelhas, uma imponente barbicha e uma linda aparência geral. Nas pistas, movimenta-se com elegância, mantendo a cauda apontada para o alto.

Saiba mais adquirindo a edição 440 da revista Cães & Cia.
http://www.caes-e-cia.com.br/nossas-revistas/