Protetores de rebanhos e da vida selvagem

08/09/2016 - 13:52

Raças das mais antigas, estes cães de origem turca mantêm os predadores afastados evitando a necessidade de abatê-los e, assim, contribuem para a recuperação de espécies selvagens em extinção

Arquivo Animal Picture Society

Arquivo Animal Picture Society

Com cerca de 6.000 anos de história, os cães protetores de rebanhos têm conquistado espaço também como auxiliares na proteção à vida selvagem. 

Sabe-se que a guarda a rebanhos é uma das mais antigas atividades caninas desde o início da domesticação da espécie. Os pioneiros nesse uso foram povos do Oriente Médio, em especial na região hoje formada por Turquia, Iraque e Síria. A atividade era importante para proteger os rebanhos, principalmente de ovelhas e cabras, que forneciam carne, leite e material para vestuário (lã, fios dos pelos e peles).


Saiba mais adquirindo a edição 447 da revista Cães & Cia.

https://www.editoratopco.com.br/loja/caes-e-cia/