Como apresentar o novo pet ao antigo ‘rei’ da casa?

04/10/2016 - 06:09

Veja nossas dicas para obter sucesso na hora de adaptar o cão ou gato de casa à presença de um novo animal na família

iStock./©GlobalP

iStock./©GlobalP

É muito bom ter dois, três, quatro, cinco bichos em casa. Entretanto, para que a paz paire sobre todos, convém fazer algumas reflexões antes de aumentar a família com mais um cão ou gato. Trazer um pet por impulso quando já se tem um animal de estimação “reinando” soberano no lar, pode resultar em sérios problemas de convivência. Brigas entre cães e gatos que não passaram por adaptação necessária ou que apresentam caráter incompatível entre si são exemplo comum do que pode acontecer por falta de planejamento.
“A adaptação entre animais é influenciada por muitas variáveis”, ressalta Simone Moreira Bergamini, médica-veterinária especializada em comportamento animal pela Universidade de Pisa, na Itália. “Estão em jogo o caráter dos animais envolvidos, seus problemas comportamentais pré-existentes, como medo, ansiedade e agressividade, e a socialização pela qual cada animal passou”, enumera. Simone ainda lembra que a adaptação entre os animais deve acontecer sem forçá-los, para não causar inimizades e brigas. “É preciso dar tempo até os envolvidos ganharem confiança e criarem uma relação amigável”, explica Simone.
A decisão de incluir um novo cão ou gato na família cria a responsabilidade de cuidar dele por toda a vida, compromisso que durará por cerca de 10 a 15 anos. Por isso, vale a pena escolher cuidadosamente o novo animal e, depois, apresentá-lo ao animal veterano de modo que convivam felizes.



Saiba mais adquirindo a edição 448 da revista Cães & Cia.

https://www.editoratopco.com.br/loja/caes-e-cia/