Pequinês: o retorno deste peludinho

03/04/2017 - 08:47

Amoroso, caseiro e tranquilo, este foi o primeiro cão a sofrer problemas no Brasil por excesso de popularidade. Veja agora por que ele pode ser excelente companhia dentro de casa

Foto: Irina. Propr.: Flavio Franco. Canil ArtDeco. Cor: branca

Foto: Irina. Propr.: Flavio Franco. Canil ArtDeco. Cor: branca

Focinho achatado e largo, olhos redondos expressivos, pernas curtas e pela-gem longa escondendo um corpo surpreendentemente pesado. Assim é o Pequinês, cãozinho milenar de origem chinesa, com um passado de muitas glórias.

Entre os séculos 17 e 19, Pequineses com 2 a 2,5 kg (bem abaixo do máximo de 5 kg permitidos hoje para a raça), foram objeto de comércio entre a China e os europeus. 

De temperamento feroz, eram conhecidos como “cães de manga”, já que havia o costume de mantê-los dentro das grandes mangas das roupas usadas na corte chinesa. Cumpriam, assim, as funções de companhia e “guarda”. A origem daqueles cãozinhos, segundo a mitologia chinesa, era o cruzamento entre o leão e o sagui. 


Saiba mais adquirindo a edição 454 da revista Cães & Cia.

https://www.editoratopco.com.br/loja/caes-e-cia/categoria