Desmitificando o Schnauzer Miniatura

06/06/2017 - 08:16

Descubra as inverdades que contam sobre a raça e veja os encantos deste fiel animal de estimação

Celiaaa/iStock.com

Celiaaa/iStock.com

Dotado de charme e inteligência cativantes, o Schnauzer Miniatura atravessou o oceano Atlântico em maior volume após a Segunda Grande Guerra, e não demorou muito para fazer fama na América. Conquistando grande popularidade entre os criadores, que já conheciam as outras versões da raça, e entre as pessoas do show business, foi garoto-propaganda de duas marcas famosas, uma de ração e outra de material de escritório, no final da década de 1960, nos Estados Unidos. Atualmente, no American Kennel Club (AKC), é o 17º cão mais popular dos Estados Unidos. Mas, aqui no Brasil, a popularidade desse alemão barbudo não está tão alta assim. Durante o seu auge, por volta de 2004, a raça era a 8ª mais criada do país, segundo a Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), que registrou 4.350 cães naquele ano. Já no último balanço divulgado, em 2016, o Schnauzer Miniatura sal e pimenta, o mais comum, caiu para a 31ª posição, com 920 registros. 
Para descobrir o que ocasionou tal queda, a Cães & Cia, conversou com criadores a fim de desmitificar as inverdades que contam sobre esse cão de pequeno porte europeu. 

Saiba mais adquirindo a edição 456 da revista Cães & Cia.
https://www.editoratopco.com.br/loja/caes-e-cia/categoria