8 dicas valiosas para quem tem cão diabético

25/03/2019 - 15:50

Saiba o que fazer para lidar da melhor maneira possível com o animal que apresenta essa condição

Foto: RooIvan/iStock.com

Foto: RooIvan/iStock.com

O diabetes mellitus canino é uma doença cada vez mais frequente nas rotinas de clínicas e hospitais. Em um trabalho de 2016 feito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) na região Sul do Brasil, foi demonstrado que a doença está em segundo lugar entre as enfermidades endócrinas mais frequentes em cães, perdendo somente para a Síndrome de Cushing (hiperadrenocorticismo), doença da glândula adrenal na qual o cão apresenta produção exacerbada de hormônios glicocorticoides, que possuem grande ação anti-inflamatória. Já o diabetes é uma doença endócrina causada pelo aumento da glicose no sangue (hiperglicemia) em decorrência da falta do hormônio insulina. Essa enfermidade pode acometer cães e gatos de todas as idades e portes, sendo comum em raças como Golden Retriever, Labrador, Beagle, Schnauzer, Poodle, Australian Terrier, Pinscher, Dachshund, Bichon Frisé, Yorkshire, Cocker e Border Collie. 

 

Segundo Tatiane Linden, médica-veterinária com especialização em Endocrinologia e Metabologia, sócia da Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária (ABEV) e responsável pelo atendimento no Pet Endocrine em Porto Alegre, as fêmeas aparecem em diferentes estudos como tendo maior predisposição para a doença, bem como cães com menos de 22 kg e machos que são castrados.

 

Confira esta matéria na íntegra adquirindo a edição 477. Clique aqui!

https://www.caes-e-cia.com.br/loja/