14 cuidados para quem tem ou quer ter um Pequeno Lebrel Italiano

02/12/2019 - 13:51

O público brasileiro ainda está descobrindo esse cão, que se destaca por atuar junto de seu dono em muitas tarefas

Atléticos, esses cães são ótimos corredores e exigem cuidados especiais em seu manejo

Atléticos, esses cães são ótimos corredores e exigem cuidados especiais em seu manejo

O Pequeno Lebrel Italiano (Italian Greyhound) – ou ainda galguinho italiano, como é carinhosamente chamado – é um cão que transborda elegância. Seu corpo atlético, fino, leve e todo projetado para alcançar incríveis 40 km/h – mesma velocidade atingida pelo homem mais rápido do mundo, o jamaicano Usain Bolt, na prova dos 100 m rasos – faz desse cão um pet diferenciado que, como tal, exige cuidados específicos. “É de vital importância que antes de adquirir um novo membro da família o tutor se planeje, assim como se faz com a chegada de um bebê, conhecendo as particularidades da raça e verificando, assim, se ela combina com seu estilo de vida”, aconselha Tania Improta, do canil Zirí-Zirí, de São Paulo, que cria a raça há 15 anos. 

Nesta reportagem, com a ajuda de criadores experientes, listamos o que é preciso saber para ter um Pequeno Lebrel Italiano como pet, como tratar dele e garantir que ele viva bem e por longos anos.

 

1. PREVENÇÃO DE FRATURAS

A primeira recomendação é cuidar para que seu galgo não sofra nenhuma fratura. Como seus ossos são mais finos e longos que os das demais raças, estão mais suscetíveis a esse tipo de acidente. “É uma questão de física: um graveto longo e fino se rompe com maior facilidade que um graveto curto e grosso”, ressalta Elias Duarte, de Curitiba, que cria a raça há 20 anos pelo canil Do Reino, primeiro do ranking da Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) entre os anos de 2016 e 2018. 

Tania aponta a necessidade de preparar a casa para que os pulos e brincadeiras dos galgos sejam feitos de forma segura, como colocar tapetes para evitar escorregões quando estiver em alta velocidade. “Evite estimular corridas e deixe que o galgo brinque no chão ou na caminha dele, principalmente filhotes, que têm energia mais alta”, recomenda.

 

 

https://www.caes-e-cia.com.br/loja/edicao-484-dezembro-2019-pequeno-lebrel-italiano-american-pit-bull-2746.html