Cães destaques em eventos

23/03/2020 - 20:32

Raças vencedoras em competições

  iStock.com/Ksuksa

iStock.com/Ksuksa

AKC National Championship

PEQUINÊS E SALUKI SOBRESSAEM

A edição 2019 do AKC National Championship consagrou como Best in Show o Pequinês Pequest Wasabi. Ele nasceu há quase 2 anos, no canil norte-americano Pequest, de propriedade de David Fitzpatrick.

O evento contou com outras competições. Destaque para o AKC National Owner-Handled Series (NOHS), que reuniu cães apresentados na pista pelos próprios proprietários em vez de por handlers profissionais. Entre os 791 concorrentes, de 199 raças, o vencedor foi o Saluki Baha Pyramid Scheme, o Ponzi, de criação e propriedade de Caroline Coile, da Flórida. “Eu já estava orgulhosa de Ponzi ter se classificado para as finais, depois ter ganhado um grupo Hound altamente competitivo com o juiz Elliott Weiss”, conta Caroline. Ela acrescenta: “Então, quando a juíza Carmen Battaglia nos chamou para receber o prêmio de Best in Show do NOHS, eu não ousei acreditar até que tivesse certeza absoluta”.


Foto: American Kennel Club
Pela primeira vez um Pequinês foi o Best in Show do grande evento, realizado desde 2001

Caroline leva os Salukis dela em exposições desde 1975 e diz que Ponzi representa a combinação de gerações de exemplares da raça aos quais compartilhou sua vida. “Os juízes elogiam principalmente sua movimentação lateral: ele cobre bastante terreno, com a cabeça alta e passos muito leves. Além disso, possui maravilhoso tipo racial, com silhueta esvoaçante, lombo levemente arqueado, boa linha inferior e linda expressão”.


Foto: Holloway
"O mais difícil em exibir Ponzi é impedi-lo de fazer truques na frente do juiz quando Ponzi se vê diante do público", diz Caroline

 

ROTTWEILER: UMA IMPERADORA DA RAÇA

Para a fêmea de Rottweiler Kaisa King von BR Olívio, 2019 foi especial. “Nele ela venceu todas as exposições especializadas da Associação Paulista do Rottweiler”, diz seu criador e proprietário, Reginaldo Olívio, do canil Von Olívio, de Santo André, SP.

A entidade promoveu quatro especializadas no ano passado, incluindo a Nacional Apro 2019, julgada pelo alemão Werner Walter e que reuniu 127 exemplares, provenientes de Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Ainda em 2019, Kaisa se consagrou melhor de raça em quatro outras especializadas – duas realizadas pelo Rottweiler Clube de Minas Gerais: a Copa Minas Brasil e a Klubsieger Brasil; uma promovida pelo Kennel Clube do Triângulo e, outra, pelo Conselho Brasileiro da Raça Rottweiler. Foi também melhor fêmea de especializada organizada pelo Rottweiler Clube do Rio Janeiro. E ainda conquistou um Best in Show em exposição aberta a todas as raças do Clube Sorocabano de Cinofilia.


Foto: Arquivo do canil Von Olívio
O alemão Werner Walter considerou Kaisa melhor absoluto da Nacional Apro 2019

 

Sieger SBCPA

PASTORES “VA”

Os cinco Pastores Alemães das fotos receberam o “VA” (Vorzügliche Auslese) na edição 2019 da Sieger da Sociedade Brasileira de Cães Pastores Alemães (SBCPA), que reuniu 101 cães. Eles o obtiveram por terem sido considerados superexcelentes pelo dinamarquês Rene Jorgensen, o juiz da exposição, organizada pela Associação dos Criadores do Cão Pastor Alemão de Holambra, entidade filiada a SBCPA. O “VA” é a qualificação máxima para um exemplar da raça com mais de 2 anos. Confira:

Alessa do Cão Guardião

Foi VA1. Nasceu no canil Cão Guardião. Pertence a Sônia Madrid, do canil La Serena, e a Antonio Custódio dos Santos.


Foto: Carol Perucci

Donna Damjan Hof

Foi VA2. Nasceu no canil Vom Damjan Hof. Pertence a Marcos Falciano, do canil Vom Haus Falciano.


Foto: Leo Bezerra

Ozzy da Casa Mariotti

Foi VA1. Nasceu no canil Casa Mariotti. Pertence a Pedro Augusto, do canil Assyrius.


Foto: Hector Santillán

Zohan de La Serena

Foi VA2. É de criação e propriedade de Sônia Madrid, do canil La Serena.


Foto: Carol Perucci

Quartzo II do Vento Simun

Foi VA1 entre os de pelo longo. Nasceu no canil Vento Simun. Pertence a Milton e Andrea Cerri, do canil Di Famiglia Cerri.


Foto: Arquivo do canil Di Famiglia Cerri

FILA: BOA EM ESTRUTURA E CARÁTER

A fêmea Gana Recanto do Livramento tem se destacado nos eventos do Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro (Cafib).

No ano passado, ela recebeu os títulos de melhor fêmea da Exposição Internacional de Itanhandu e da Exposição de Valença, RJ. Nessa última, Gana foi eleita também o melhor exemplar da competição. “Mas considero que o prêmio de melhor fêmea da Exposição de Itanhandu 2019 foi o mais importante e significativo, por ser um evento internacional mais concorrido e que reuniu muitos exemplares de grande nível”, diz o criador e proprietário de Gana, Leonardo Monteiro, do canil Recanto do Livramento, de Cordisburgo, MG.

Diante de tais vitórias Gana se consagrou a melhor fêmea do ranking de 2019 do Cafib, superando outras 19 cadelas. “Fiquei muito honrado pela premiação bem como recompensado pelo trabalho realizado em prol da raça”, conta Leonardo.

Gana tem 63 cm de altura e cerca de 55 quilos. “Entre suas principais qualidades estão a cabeça correta, a ossatura robusta, as boas proporções e o fato de ser bem feminina”, conta Leonardo, que acrescenta: “Ela possui temperamento forte, não recua por nada e defende o dono com bastante determinação”. Em 2020 ela se dedicará a reprodução. “Afinal, um exemplar desse nível tem muito a contribuir para o meu canil”, diz Leonardo. 


Foto: Arquivo do canil Recanto do Livramento