Criadores do Bem: uma campanha de solidariedade aos handlers

Por Samia Malas

Foto: Divulgação

Durante a pandemia, essa classe foi a mais atingida com o cancelamento de exposições cinófilas

O mundo das exposições caninas também foi bastante afetado pela pandemia de covid-19. Pelo mundo todo, exposições foram canceladas, até as mais tradicionais, deixando os profissionais envolvidos em sua re- alização sem renda. Esses profissio- nais são os handlers, responsáveis por apresentar os cães nesses even- tos, que aconteciam todos os finais de semana pelo mundo afora.

O trabalho de um handler envolve meses, e até anos, de convivência. Muitas vezes o cão mora com o seu handler por um extenso período, para cuidados e treino. “As exposi- ções foram canceladas, e com isso, esses profissionais estão sem ren- da”, fala a criadora de cães Fabiana Fonseca, em nome da Comissão de Responsabilidade Social da CBKC, que foi criada durante a pandemia e

conta com a coordenação da também criadora Manuela Rossi.
Para socorrer os handlers, alguns criadores se uniram e criaram a cam- panha Criadores do Bem. A inicia- tiva surgiu a partir de um grupo de WhatsApp chamado Felizes. Quando a CBKC, junto com a Royal Canin, começou a dar um auxílio emergen- cial de três meses a esses profissio- nais, uma participante do grupo su- geriu a criação de uma rifa e, assim, começaram a angariar muitos itens de luxo e prestação de serviços. Já nesta primeira ação, a campanha vendeu 11 cartelas de rifas e foi um sucesso absoluto. Logo em seguida, a Agência Euphorie fortaleceu ainda mais a campanha, inserindo-a nas re- des sociais e cuidando de toda a par- te de publicidade, sob a coordenação de Fabiana Fonseca. “Então surgiu o primeiro bazar solidário, onde foram arrecadados mais de 45 itens, dentre eles obras de arte, bebidas, itens de luxo, artigos para pet, roupas, etc. Também contou com o grande apoio dos queridos Julinho Casares e Ana Hickmann, ambos criadores e expo- sitores de cães e que, conhecendo bem esse mundo, apoiaram a causa”, complementa Fabiana.

O bazar tem estilo de leilão, com ca- tálogo de fotos de cada item disponí-

vel em um álbum no Facebook. Cada foto pode receber lances através de comentários. “A ideia teve tanta in- teração e resultados positivos, além de muita disputa pelos itens, que já estamos na segunda edição do Bazar Solidário Criadores do Bem”, come- moram todos os integrantes da Co- missão de Responsabilidade Social. A adesão ao projeto foi tanta que hoje conta com mais de 100 pesso- as engajadas na causa e, neste mo- mento, o auxílio está em R$ 300,00 por profissional. No total, são 118 pessoas cadastradas. Quem quiser ajudar, pode doar itens para os baza- res, lembrando que a divulgação da campanha também é imprescindível. “Independente da possibilidade de retorno de alguns eventos cinófi- los para os próximos meses, existe um entendimento de que o volume de cães participantes, assim como o porte dos eventos, não deverá seguir os padrões anteriores e, por isso, esta campanha deve continuar ainda com a mesma força e intensidade, neces- sitando do apoio de todos”, finaliza Fabiana.

Para participar, acesse: Instagram (@criadores_do_bem); Facebook (facebook.com/criadoresdobem), ou no site Criadores do Bem


Por: Samia Malas


Clique aqui e adquirá já a edição 487 da Cães & Cia!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *