Acabe com as reclamações dos vizinhos com medidas simples

Categoria: Educação/ Consultório

Autor(a): André Barreto | 19/11/2014 - 16:32

Cães são comumente alvos de insatisfações da vizinhança, seja pelos latidos excessivos, xixi no lugar errado ou por pequenas atitudes do próprio dono que podem ser evitadas com algumas regrinhas básicas de convivência. Conheça quais são elas

Acabe com as reclamações dos vizinhos  com medidas simples

Acabe com as reclamações dos vizinhos com medidas simples

Nas casas
Quem pensa que morar em casa é a solução para se livrar das reclamações de vizinhos se engana. Elas podem vir a qualquer momento 
Se o cão tiver acesso direto ao portão da frente, pode latir para tudo que se move e passa diante dele. Por isso, uma ótima ideia é mantê-lo dentro de casa. Outra opção é vedar o portão ou não permitir acesso à parte frontal da propriedade.
 
Em prédios e condomínios
Quanto mais próximo o vizinho, maior é a possibilidade de o seu cão incomodar alguém. Portanto, para dividir áreas comuns e até paredes, todo cuidado é pouco. O tutor deve ter bom senso e cumprir com seus deveres dentro do condomínio.
 
Latidos: a principal reclamação

Latir é algo natural e saudável para o cão. Assim, latidos por barulhos diversos, desde o toque da campainha até outros latidos, são bem comuns e não devem ser repreendidos. Mas, quando ocorrem em excesso ou em horários inoportunos, precisam ser controlados por meio de treinamento. Na maioria dos casos, a motivação da vocalização excessiva é a falta de atividade física e mental. O problema pode ser resolvido com passeios frequentes, atividades interativas e companhia. No entanto, quando os latidos ocorrem durante a noite ou na ausência dos donos, a motivação principal costuma ser a ansiedade por separação – distúrbio comportamental  relacionado à dificuldade em permanecer sozinho. Nesse caso, o proprietário precisa consultar um especialista para resolver o problema do cão. As edições 385 e 386 da revista Cães & Cia contêm informações adicionais sobre como lidar com o excesso de latidos.