Como lidar com a agressividade canina (parte 2)

Categoria: Educação/ Consultório

Autor(a): André Barreto | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co | Cidade: Campinas - SP | 27/01/2015 - 08:51

Saiba como treinar preventivamente o filhote para evitar que desenvolva agressividade

Imagem meramente ilustrativa Foto: Divulgação

Imagem meramente ilustrativa Foto: Divulgação

Dicas em vez de comandos

Conseguir faze o cão entender o que desejamos é fundamental no treinamento preventivo contra a agressividade. Com dicas e petiscos, o adestramento com clicker cria um relacionamento baseado em troca, respeito e carinho, sem ordens nem enforcador ou força física. Veja como funciona.

 

Seguir do dono

De pé, feche a mão com o dedo indicador esticado, segurando um petisco perto do focinho do cão, mas sem entregá-lo. Quando ele mostrar interesse, dê um passo à frente. Se o cão vier junto, tanto faz se cheirando, olhando ou lambendo a sua mão, clique e recompense. Quando ele tiver vindo junto por três vezes seguidas, a próxima etapa será dar dois passos em vez de um. A partir daí, a cada três acertos seguidos aumente gradualmente a quantidade de passos. O caão poderá acompanha-lo de qualquer lado de um pouco à frente ou atrás de você. Quando ele andar junto por toda a casa, introduza a dica verbal “junto”(veja quadro).

 

Sentar

Com a palma para cima e os dedos esticados (o polegar dobrado segura o petisco). Aproxime a mão do focinho do cão. Quando ele mostrar interesse, erga lentamente em direção à parte traseira dele, de modo que, ao acompanhar o movimento, o cão dobre as pernas de trás. Assim que ele encostar a traseira no chão, clique e recompense. Quando o exercício for praticado com naturalidade, introduza a dica verbal “senta”.

 

Deitar

Diga “senta” ao cão. Agache-se e ponha a mão perto do focinho dele, com a palma para baixo e os dedos esticados (o polegar dobrado segura o petisco). Quando o cão mostrar interesse, desça a mão lentamente entre as patas frontais até alcançar o piso, de modo que ele, ao acompanhar o movimento, dobre as pernas da frente. Assim que os cotovelos encostarem no chão, clique e recompense. Quando o exercício for praticado com naturalidade, introduza a dica verbal “deita”.

 

Ficar parado

Diga “senta” ao cão. Levante uma das mãos até a altura do obro, palma voltada para frente, dedos estendidos (o petisco pode ficar no bolso, na outra mão ou sob o polegar dobrado da mão levantada). Se o cão permanecer sentado por três segundos, clique e recompense. Obtido sucesso por três vezes seguidas, espere seis segundos antes de clicar. Se ele se levantar antes, não dê a recompensa – reinicie pela etapa anterior. A cada três acertos seguidos, deixe o cão sentado por mais três segundos. Quando ele ficar sentado por 12 segundos, três vezes ininterruptas, comece uma nova etapa. Feito o sinal para ele ficar parado, dê um passo para trás. Se ele prosseguir sentado, volte para o perto dele, clique e recompense. Aumente gradualmente a distância. Quando o cão esperar sentado não importa o quanto você se afaste, introduza a dica verbal “fica”.

 

Atender a chamado do dono

Depois de dizer “senta” e “fica” ao cão, afaste-se dois passos dele, erga os braços com os dedos indicadores das duas mãos esticados e, em seguida, abaixe-se apontando para o chão, clique e recompense. A cada três acertos ininterruptos, aumente a distância. Depois que o gesto tiver sido bem assimilado, deixe de jogar os petiscos (guarde-os no bolso, para recompensar). Quando o cão praticar o exercício com naturalidade, introduza a dica verbal “vem”.

 

 Na edição anterior, abordamos a compreensão pelo dono dos sinais de agressividade dados pelo filhote. Leia a parte 1 clicando aqui.

 

André Barreto treina cães há 12 anos e é especialista em adaptação de cães para o convívio doméstico.

Tel: (11) 2503-7333. Site: www.andrebarreto.com

 

Dicas gerais

- O clique: é feito no exato momento em que o cão completa a ação desejada. Para clicar, estale os dedos ou a língua ou use um clicker (peça de plástico com lingueta de metal);
- O petisco: corte em pedaços a guloseima preferida pelo cão. Entregue um por vez, logo depois de ter clicado;
- A dica verbal: introduza-a depois do exercício completo ser praticado com naturalidade pelo cão. Para tanto, dê a dica verbal ao mesmo tempo que faz o gesto e continue a clicar e recompensar;
- Gestos com dedos estendidos: são usados para criar uma referência visual para  o cão;
- Quando começar um novo exercício que utiliza exercício anteriormente treinado: quando o cão estiver atendendo bem à dica verbal do exercício anteriormente treinado;
- Se o cão for adulto e já apresentou agressividade: deverá treinar planejadamente, em ambiente seguro e isento de estímulos à agressividade;
- Quando recorrer a profissional: se o cão já apresentou sinais de agressividade, principalmente se for de médio ou grande porte, para evitar acidentes. Ou se você não conseguir desenvolver o treinamento sozinho.