Somali: o gato raposinha

Categoria: Gatos

Autor(a): Samia Malas e Marcos Pennacchi | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co | Cidade: Campinas - SP | 06/03/2015 - 12:59

Delicie-se com este felino que tem várias peculiaridades e começa a ser criado no Brasil

Silvia Pratta/Gatil Maalum Kali Somalis

Silvia Pratta/Gatil Maalum Kali Somalis

A primeira reação ao se ver um Somali em carne e osso é de admiração. Afinal, quando foi que você viu um gato com pelagem que parece de raposa? E esse rabão plumado, que junto com as orelhas nada discretas, parece querer roubar a cena? Aí você fica algumas horas com o felino e ele revela um estilo participativo de fazer companhia. Não à toa, quem o conhece, garante: conviver com o Somali é experimentar o melhor.
A boa notícia é que em 2013 nasceu a primeira ninhada oficial verde-amarela desse gato. Os bebês vieram ao mundo na capital mineira, mais exatamente no gatil Bungalow, do superapaixonado por gatos e cães Cleber Delázari, que cria também Abissínio e Angorá Turco além de desempenhar na área canina papéis como o de vice-presidente do Kennel Clube da Grande Belo Horizonte e de criador – aliás, ele está presente nesta revista também na matéria sobre o cãozinho Biewer.
Delázari tem hoje quatro Somalis adultos, todos de coloração ruddy, a que mais lembra as raposas. Seu fascínio pela raça começou quando se deparou com dois exemplares dessa cor nos Estados Unidos. “A coloração única do Somali em conjunto com o tipo exótico e sofisticado de aparência selvagem e o temperamento brincalhão e sociável foram determinantes para a minha decisão de introduzir esse gato no Brasil”, afirma.