O bico das aves também pode ficar doente

Categoria: Aves

Autor(a): Octávio Lisboa | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co | Cidade: Campinas/SP | 07/03/2016 - 09:02

É importante prestar atenção no bico das suas aves. Alterações que podem ser muito prejudiciais costumam ser curáveis quando tratadas a tempo

Dick Daniels/Commons Wikimedia. Ave: Jandaia-Verdadeira

Dick Daniels/Commons Wikimedia. Ave: Jandaia-Verdadeira

"Doutor, já coloquei a pedra de cálcio na gaiola, mas o bico da ave continua crescendo. O que fazer?” Essa é uma queixa comum dos meus clientes proprietários de aves. Mas a solução não é tão simples assim, já que existem diversas possíveis causas para as alterações nos bicos, como veremos mais adiante.
Primeiro, é preciso lembrar que o bico é essencial para a sobrevivência das aves. Seu principal papel se assemelha ao dos lábios e dentes dos mamíferos. Serve basicamente para apreender e preparar os alimentos para serem engolidos, furando-os, rasgando-os ou quebrando-os. Conforme a espécie, a utilidade pode ir além. Por exemplo, na grande família dos psitacídeos, à qual pertencem as calopsitas, os periquitos e os papagaios, entre outras aves, o bico é usado também para ajudar na locomoção.