Ex-cachorro de rua é o primeiro a escalar Monte Everest

Categoria: Convivência

Autor(a): | Colaborador(es): | Cidade: Campinas-SP | 23/03/2017 - 11:22

O vira-lata Rupee era um cachorro de rua até os 11 meses de idade e foi resgatado à beira da morte por Joanne Lefson, responsável por comandar a expedição

Rupee, ex-cachorro de rua foi o único cão a ser registrado no acampamento base do Everest

Rupee, ex-cachorro de rua foi o único cão a ser registrado no acampamento base do Everest

Após adiar a “Expedição Vira-Lata Everest 2013” em função da trágica morte de seu antigo pet - o cão Oscar - que ficou famoso na internet com a publicação de fotos em andanças pelo mundo, a ex-golfista Joanne Lefson encontrou outro parceiro de quatro patas para realizar a aventura de escalar o Monte Everest, a maior montanha do mundo (com 5.364 metros de altitude), durante uma visita à Índia. O aventureiro peludo é o vira-lata Rupee (do inglês rúpia, moeda indiana), resgatado aos 11 meses de idade por Joanne em um lixão da cidade de Leh. “Quando o vi no lixão, ele não tinha mais de uma hora de vida. Não conseguia andar 10 metros sem cambalear”, relembra a ex-golfista em entrevista ao jornal britânico Daily Mail. Para recuperar a saúde e vitalidade de Rupee, Joanne deu a ele alimentação mais rica em proteínas e, antes de começar a escalada, consultou um médico-veterinário para saber se o animal aguentaria o esforço.

A dupla iniciou a jornada em 14 de outubro, na cidade himalaia de Lukla e conseguiu alcançar o acampamento base do Everest em 10 dias de caminhada, sendo que toda a expedição foi filmada por Dev Argarwel, um cineasta de Mumbai. O objetivo dessa empreitada foi o de conscientizar as pessoas para os problemas dos cachorros abandonados e promover a adoção.

“Estou orgulhosa de Rupee. Achei que teria de carregá-lo alguns dias, mas é ele quem acabou me puxando”, afirmou Joanne, que até contratou um carregador extra, caso o pet não aguentasse a subida e precisasse de uma “carona”. Ao chegar ao topo, a dona conta que Rupee se divertiu a beça: “Ele amou a neve, até a comeu”, diverte-se.

Lembrando de seu primeiro cão, o Oscar, a ex-golfista diz que ele nunca será substituído, mas Rupee é a extensão de seu legado e um ótimo exemplo do que pode ser conquistado quando um cão abandonado recebe uma segunda chance.