Cheetoh x Savannah: da selva para o seu colo

Categoria: Gatos

Autor(a): Samia Malas | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co | Cidade: Campinas-SP | 04/04/2017 - 10:45

Veja semelhanças e diferenças destes felinos de aparência selvagem da gatofilia

Arquivo do gatil A1 Savannahs

Arquivo do gatil A1 Savannahs

Gatos domésticos com as admiradas pintas e rosetas dos felinos selvagens caíram no gosto dos gateiros. No Brasil, o Bengal é o gato híbrido (resultante da cruza entre gato doméstico e selvagem) mais conhecido e criado, seguido do Savannah. Porém, existem muitas outras raças dotadas de tais características dentro da gatofilia, e que já desfilaram nas páginas da Cães & Cia, como o Safári (edição 433), o Toyger (edição 430) ou até mesmo o Ocicat (edição 450). A seguir, vamos comparar dois felinos que integram esse grupo de gatos domésticos com carinha de fera selvagem: o Savannah, desenvolvido desde a década de 1980 e criado no Brasil, e o Cheetoh, teve suas primeiras ninhadas registradas em 2003 e que ainda não chegou às terras tupiniquins. Para isso, fomos direto à fonte e entrevistamos Carol Drymon, do gatil Wind Haven Exotics, do Arizona, fundadora da raça Cheetoh e criadora de Ocicats e Savannahs há 30 anos; e o gateiro Martin Engster, de Ponca City, também dos Estados Unidos, que assumiu em setembro de 2013 o gatil A1 Savannahs, fundado por Joyce Sroufe – idealizadora da raça Savannah e já aposentada da criação. Martin trabalha com a raça Savannah desde 2005.
 
Acompanhe a continuação dessa matéria na edição 454 da Cães & Cia.