Como ensinar uma criança a ler com a ajuda do cachorro?

Categoria: Convivência

Autor(a): Marcos Pennacchi e Samia Malas | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co | Cidade: Campinas/SP | 05/04/2017 - 08:49

Um método aplicado em Portugal mostra que cães podem ajudar crianças a aprender a ler e superar dificuldades na leitura

Leitura para cães: já praticada na América, na Europa e na África

Leitura para cães: já praticada na América, na Europa e na África

Teve início em janeiro, em Portugal, o programa L.E.R. Cãofiante, implantado experimentalmente numa escola municipal da cidade de Silves. A premissa é que o cão pode parecer um ouvinte perfeito para as crianças, deixando-as mais soltas para ler em voz alta por não se sentirem julgadas nem criticadas. O método ajuda a superar dificuldades de leitura, aumentando a auto-estima e o amor pelos livros, bem como aprimora habilidades de comunicação. Um estudo da faculdade de medicina veterinária da Universidade da Califórnia (UC Davis) confirmou que a técnica aumentou a fluência da leitura em 12% (veja em http://ucanr.edu/delivers/?impact=800&delivers=1)

L.E.R. Cãofiante se inspirou no R.E.A.D (Reading Education Assistance Dogs), em andamento nos Estados Unidos desde 1999, quando foi lançado pela Intermountain Therapy Animals. Desde lá, o R.E.A.D formou mais que 3.500 equipes especializadas e o método passou a ser adotado também por outras organizações norte-americanas bem como em países como Canadá, Reino Unido, Itália, França, Espanha, Finlândia, Suécia, Noruega, Holanda, África do Sul e Eslovênia.

O programa de Portugal acontece com uma visita mensal à escola feita pelo Labrador Benny juntamente com a Schnauzer Pipa. Cabe aos cães apenas olhar atentamente para as crianças enquanto leem em voz alta e se deixarem acariciar por toda a classe nos momentos de confraternização.

“Às vezes brinco com Pipa, outras vezes leio para ela, dou biscoitos, dou comida, e já estou lendo melhor”, comenta Tiago, um dos alunos, que é disléxico (tem dificuldade para ler e soletrar).

As crianças também são incentivadas a praticar leitura em casa. “Leio para a minha cadela e para a minha gata”, conta a aluna Laura. “Dá mais confiança ler para um animal do que para pessoas; quando leio para uma pessoa fico muito ansiosa”, opina ela.

Outra vantagem da interação com os cães em sala de aula é aproximar as crianças dos animais e criar oportunidades para conscientizá-las sobre posse responsável e sobre como tratar corretamente os cães. Veja o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=daMAJWN3kCc