Você conhece o Pitohui, primeiro pássaro venenoso registrado?​

Categoria: Aves

Autor(a): Samia Malas | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas | 27/02/2018 - 14:29

Veneno do pássaro tem a capacidade de provocar paralisia no corpo dos seres vivos

O mais venenoso: Pitohui dichrous, com penas vermelhas e capuz preto (pngbirds.myspecies.info/Katerina Tvardikova)

O mais venenoso: Pitohui dichrous, com penas vermelhas e capuz preto (pngbirds.myspecies.info/Katerina Tvardikova)

A toxina presente na pele e nas penas de aves do gênero Pitohui tem a capacidade de provocar paralisia no corpo dos seres vivos, inclusive nos músculos do coração, o que pode causar a morte. Essa curiosa espécie foi descoberta pelo atual pesquisador da Academia de Ciência da Califórnia, Jack Dumbacher, quando era um jovem recém-formado, em 1989, numa expedição às florestas tropicais da Nova Guiné. Lá, ele foi arranhado na mão por uma ave de coloração diferente, sentiu dor num dedo, chupou-o e logo a boca formigou e queimou. Foi aí que ficou sabendo, pelo nativos, que a ave era venenosa.


pngbirds.myspecies.info/Katerina Tvardikova
Segundo mais venenoso: Pitohui kirhocephalus

 

A toxina do Pitohui, que fica na pele e nas penas da ave, é a homobatracotoxina, obtida provavelmente pela ingestão de besouros da família Melyridae, nos quais esse elemento tóxico está presente. O Pitohui mais venenoso (e que mais come os besouros) é o Pitohui dichrous ou Capuz, conhecido também como Pitohui de Penacho. Foi um exemplar dessa espécie, que tem capuz preto e penas vermelhas, que arranhou Dumbacher. Em seguida, os mais perigosos são os Pitohui Variável (kirhocephalus) e o Pitohui Ferrugem (ferrugineus). Dependendo de suas dietas e, portanto, da localidade onde vivem, os Pitohui Crista (cristatus) e o Pitohui Preto (nigrescens) também podem ser tóxicos.