No calor, pulgas e carrapatos se proliferam com mais facilidade. Saiba controlar infestações

Categoria: Educação/ Consultório

Autor(a): Agência Amb | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas | 07/03/2018 - 15:54

Alguns cuidados precisam ser tomados para garantir a saúde e bem-estar dos animais

 iStock/ DoraZett

iStock/ DoraZett

O verão é um período muito gostoso para curtir um passeio com os cachorros, não é mesmo? Prova disso é que os parques e praças sempre ficam cheios durante essa época do ano. Porém, junto com essa estação vem o calor, e ele favorece proliferação de ectoparasitas e o aparecimento de problemas de pele. Você, tutor responsável, deve ficar de olho na pele e na pelagem do seu animal a fim de detectar a presença de pulgas e carrapatos.


iStock/ Dixi_

Carrapatos e pulgas precisam ser combatidos, pois, além da coceira, eles podem trazer muitas outras ameaças aos animais de estimação. “Em alguns casos podem ocorrer: apatia, diminuição de apetite, desenvolvimento de enfermidades como anemias, dermatites atópicas, micoplasmose em gatos (ocasionada pela picada de pulga infectada) e as temidas hemoparasitoses em cães (transmitidas por carrapatos infectados), as quais necessitam de tratamento medicamentoso, e em casos mais graves, além de medicamentos, transfusão sanguinea, explica Milena Guimarães, médica veterinária do Hospital Veterinário Cão Bernardo.

Vale ressaltar que nenhum pet está livre, pois em algum momento todos poderão ir passear com os proprietários ou frequentar pet shops. Além disso, nós mesmos podemos carregar esses ectoparasitas em roupas e sapatos. Também é possível que em residências vizinhas, caso haja infestação de carrapatos, eles venham por muros e corredores de apartamentos ou proximidades de portas e portões. Por isso, mesmo que o seu bichinho não fique solto ou frequente locais públicos, é preciso ter cautela.


iStock/ VitalisG

Para tratar de pulgas é recomendado o uso de medicamentos mensalmente, seja via oral, sprays ou spot-on. Já para carrapatos os cuidados precisam ser diferenciados. "Infestação de carrapatos é um pouco mais complexa, além da necessidade de aplicação de medicações seguindo o mesmo esquema do tratamento contra pulgas, há necessidade de avaliação de um médico veterinário para realização de exames como hemograma, 4dx ou mesmo PCR erlichia/babesia, pois os carrapatos passam doenças que, se não tratadas, poderão ser fatais ao paciente em questão”, afirma Milena.

 Para finalizar é importante destacar que banhos semanais e higiene do local onde os animais vivem é de extrema importância em todo o ano, e, nesta época, são essenciais para manter tudo em ordem e poder aproveitar o sol, a descontração e os passeios sem preocupação.