O olhar do cão reforça empatia e apego do dono

Categoria: Convivência

Autor(a): Samia Malas | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas | 12/06/2018 - 10:10

Hormônio do amor é liberado durante interações com cães amigos, segundo pesquisa feita em universidade japonesa

iStock/ Goxy89

iStock/ Goxy89

   Um experimento realizado em conjunto por estudiosos do Japão e dos Estados Unidos concluiu que as interações com cães, especialmente as do tipo olho no olho, liberam no organismo o hormônio ocitocina. Esse é um forte indicador de apego e empatia. “Antes do estudo, não estava claro se o mecanismo ocorria exclusivamente entre indivíduos da mesma espécie”, comenta um dos pesquisadores, Miho Nagasawa, do departamento de Ciência Animal e Biotecnologia da universidade japonesa Azabu, em Sagamihara, Japão.


iStock/ Solovyova
 

Os pesquisadores quiseram averiguar como se comporta a ocitocina nas ligações sociais entre espécies diferentes, no caso, entre cães e humanos. Para tanto, foram organizadas sessões de interação de 30 minutos entre donos e cães, com uma coleta de urina antes e outra 20 minutos depois de cada sessão.
 

A avaliação foi feita dividindo os donos de cães em dois grupos. O dos que recebiam olhares mais prolongados, por terem maior grau de relacionamento com seus cães, e os demais, com olhares mais curtos e menor grau de relacionamento reportado.
 

No primeiro grupo, a quantidade de ocitocina encontrada na urina foi maior que no segundo, assim como foi mais forte a correlação entre o aumento de ocitocina na urina e a frequência das trocas comportamentais iniciadas pelo olhar dos cães. Resumo do estudo:goo.gl/YQqSuI

 

 Assine já a sua Cães & Cia e fique por dentro do universo da cinofilia todos os meses. Clique aqui!