Estudantes ganham prêmio ajudando pets deficientes

Categoria: Educação

Autor(a): Júlio Mangussi | Colaborador(es): Jornalismo Topco | Cidade: Campinas - SP | 03/07/2018 - 16:54

Estudantes de robótica do Sesi do Gama, no Distrito Federal, elaboraram um site que visa facilitar o encontro de tutores que têm pets com deficiência locomotora com fabricantes de próteses e órteses.

Foto: Cristiano Costa/Sistema Fibra

Foto: Cristiano Costa/Sistema Fibra

Estudantes de robótica do Sesi do Gama, no Distrito Federal, elaboraram um site que visa facilitar o encontro de tutores que têm pets com deficiência locomotora com fabricantes de próteses e órteses. A plataforma conseguiu cadastrar 150 tutores de Brasília e de outros estados. O serviço, que é totalmente gratuito, teve suas órteses oferecidas e construídas por voluntários.

Os alunos conseguiram mais de 2 milhões de visualizações e 44 mil compartilhamentos em apenas duas semanas de existência do site www.proteseanimal.com.br. "É a realização de todo mundo que trabalha na área de educação, você conseguir inspirar esses jovens adolescentes a chegarem a resultados que talvez a gente ainda não tenha pensado. Acho isso fantástico", afirmou o técnico da equipe de robótica do Sesi Gama, Atos Reis em entrevista ao portal G1.

O projeto, chamado de The Walking Pets, foi idealizado para a participação do grupo em etapa regional da First® Lego® League (FLL), torneio internacional de robótica cujo tema da temporada 2016/2017 foi Animal Allies – a relação dos homens com os animais. E os estudantes ficaram em segundo lugar entre os 24 trabalhos apresentados no Reino Unido, durante o torneio mundial. Infelizmente, o site já foi desativado.

Leia mais reportagens sobre o mundo pet adquirindo a sua Cães & Cia edição 468. Clique aqui!