Uma italiana no agility nacional

Categoria: Raças & Expos

Autor(a): Fabio Bense | Colaborador(es): Jornalismo TopCo. | Cidade: Campinas - SP | 19/07/2018 - 16:18

Antonella Corsini nasceu em Pádua, Itália, onde começou a praticar Agility. Quando chegou ao Rio de Janeiro, há 12 anos, passou a treinar sozinha.

Guido Kuster (agility – russell.de)

Guido Kuster (agility – russell.de)

Antonella Corsini nasceu em Pádua, Itália, onde começou a praticar agility. Quando chegou ao Rio de Janeiro, há 12 anos, passou a treinar sozinha. Até que em uma competição em São Paulo conheceu o condutor Samir Abu Laila. “Ainda hoje, todo mês passo uma semana treinando na casa dele e de sua esposa Katia”, diz ela.

Em 2018, formando dupla com o Parson Russell Terrier Parsi, Antonella integrou a equipe brasileira 1ª colocada na categoria mídi do Campeonato de Agility das Américas e Caribe, título que já haviam conquistado na edição 2015. “Eu e o Parsi ganhamos também a Copa Paulista da temporada 2017/2018 na categoria mídi grau 3”, conta Antonella. 

O primeiro cão que ela conduziu foi a Border Collie Alice. Elas obtiveram 1º lugar em campeonatos brasileiros e paulistas e na Américas e Caribe Open 2012. Seguiu-se a Border Maddi e o Papillon Tabacco. Atualmente, além de Parsi, Antonella concorre com a Border Belly.

Além de esportiva, Antonella sempre gostou de cães. “O Agility me deu a possibilidade de transformar o meu hobby em trabalho: fundei em 2012 a escola Agility3”, finaliza a condutora.