Seis Pastores Alemães obtiveram a qualificação máxima que um exemplar da raça pode ganhar nas exposições: VA (Vorzügliche Auslese)

Categoria: Raças & Expos

Autor(a): Fabio Bense | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co | Cidade: Campinas/SP | 04/10/2018 - 17:42

O VA é dado apenas a Pastores Alemães com mais de 2 anos considerados superexcelentes nos eventos mais importantes

Créditos nas fotos

Créditos nas fotos

Os seis Pastores Alemães das fotos obtiveram em 2018 a qualificação máxima que um exemplar pode ganhar nas exposições da raça: eles conquistaram o VA (Vorzügliche Auslese), dado apenas a Pastores Alemães com mais de 2 anos considerados superexcelentes nos eventos mais importantes.

O Clube Brasileiro do Pastor Alemão (CBPA) promoveu de 22 a 24 de junho a Siegerschau Brasil, em Paulínia, SP. Ela contou com o julgamento do alemão Albrecht Wöerner, proprietário do canil Vom Thermodos, onde nasceu o lendário Pastor Alemão Zamp vom Thermodos, que, entre outros títulos, foi melhor macho da Sieger alemã de 2006. 

Albrecht concedeu o VA para três machos e três fêmeas. Ao todo, participaram da exposição 254 Pastores Alemães, recorde considerando todos os eventos já promovidos pelo CBPA em sua história. Eles eram provenientes de quatro nações além do Brasil: Alemanha, Argentina, Chile e Sérvia. “Tivemos cães de todas as regiões do País e contamos também com handlers do Chile e da Alemanha”, diz Leonardo Bezerra, que, junto de Cícero Caroba e Vanessa Premazzi, compôs a comissão organizadora da exposição, promovida pela Sociedade Campineira de Cães Pastores Alemães, afiliada ao CBPA.

 

Machos

 

Foto: Léo Bezerra

AXEL VON HAUS ZURÜCK

Foi VA-1: 1º lugar entre os machos “VA”. É de criação e propriedade de Jayro Back, do canil Von Haus Zurück, de Florianópolis.

 

Foto: Ana Carolina Perucci

ZOHAM DE LA SERENA

Foi VA-2: 2º lugar entre os machos “VA”. É de criação e propriedade de Sonia Madrid, do canil La Serena, de Campinas, SP.

 

Foto: Léo Bezerra

STAKO VON DEL DIDO

Foi VA-3: 3º lugar entre os machos “VA”. É de criação de Tomás Tarantino, do canil Von del Dido, da Argentina, e de propriedade de José Alves Filho, do canil Vale das Gaivotas, de Monte Mor, SP.

 

Fêmeas

 

Foto: Léo Bezerra

KELLI VON AURELIUS

Foi VA-1: 1º lugar entre as fêmeas “VA”. É de criação de Lilian Benitz, do canil Von Aurelius, da Alemanha, e de propriedade de José Alves Filho, do canil Vale das Gaivotas, de Monte Mor, SP.

Foto: Dudu Cerri

DHANNY DO RANCHO DOS IPÊS

Foi VA-2: 2º lugar entre as fêmeas “VA”. É de criação de Walter e Lucia Matesco, do canil Rancho dos Ipês, de Maringá, PR, e de propriedade de Julio Cavichiolo, do canil Ventania do Leste, de Curitiba.

 

 

 

 

Foto: Léo Bezerra

DONNA VOM DAMJAN HOF

Foi VA-3: 3º lugar entre as fêmeas “VA”. É de criação de Damjan Ceklic, do canil Vom Damjan Hof, da Sérvia, e de propriedade de Marcos Falciano, do canil Vom Haus Falciano, de São Bernardo do Campo, SP.