Cachorro encontra tesouro de 3 mil anos

Categoria: Na íntegra

Autor(a): Camila Rodrigues e Júlio Mangussi | Colaborador(es): Jornalismo TopCo | Cidade: Campinas | 04/12/2018 - 15:37

Passeio inusitado

Divulgação

Divulgação

Parecia um passeio inocente como outro qualquer para Monty. O cachorro, porém, iria encontrar um tesouro arqueológico de 3 mil anos naquele 13 de setembro. A descoberta aconteceu na República Tcheca, nos arredores da vila de Kostelecke Horky. O tesouro reunia 13 foices, três machados, alguns braceletes e ainda um par de pontas de lança da Idade do Bronze.

 

Assim que o cão encontrou as peças, seu tutor, Sr. Frankota, pediu ajuda à equipe do Museu e Galeria de Orlicke Mountains. Arqueólogos então foram investigar o chamado e identificaram a data dos itens. A principal teoria é a de que eles pertenciam a um povo que enterrava urnas com objetos ritualísticos. "Tantos objetos em apenas um lugar é algo certamente ligado a atos de honra, como sacrifícios de algum tipo", afirmou a arqueóloga Martina Beková. O tutor ainda recebeu uma recompensa pela descoberta do tesouro: US$ 360 (aproximadamente R$ 1,4 mil).