Vivi e seu ano inesquecível

Categoria: Raças & Expos

Autor(a): Fabio Bense | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co | Cidade: Campinas/SP | 07/03/2019 - 11:17

Dachshund

Foto: Thábia

Foto: Thábia

A campanha da Dachshund Standard Pelo Curto Vivi da Boa Barba em 2018 é daquelas históricas. Além de ter sido melhor de grupo na Exposição Américas y el Caribe, ela também foi Best in Show da Exposição Nacional de Dachshund, tendo sido julgada por um árbitro criador vindo do outro lado do planeta - Gopi Krishnan, da Malásia.

 

 

 

Foto: Karla Viana 

Entre outros títulos em 2018, Vivi foi, pelo ranking da CBKC, 1° do grupo 4 da classe jovem e 1° do grupo 4 (que reúne todos os Dachshunds)

 

 

 

Até agosto ela competiu na classe jovem. Quando concluiu o ano, já concorrendo como adulta na classe intermediária (tinha só 22 meses em dezembro), Vivi conquistou pelo ranking da Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) os títulos de melhor jovem entre todos os Dachshunds e de melhor entre todos os Dachshunds. Já pelo ranking DogShow de 2018 ela se consagrou, entre todas as raças, o 3º melhor jovem e o 8º melhor cão. “No mesmo ano foi também o melhor cão entre todas as raças jovem e adulto do Rio Grande do Sul, algo que acredito nunca ter sido conquistado por outro exemplar antes da Vivi”, diz Oscar Plentz, do canil Boa Barba, de Porto Alegre. Ele e a sócia-administradora Iolanda Souza são os criadores e proprietários de Vivi, que desde muito jovem já demonstrava harmonia geral de estrutura. “Além disso, suas angulações se encaixam muito bem, o que a faz ter movimentação equilibrada, ampla e livre e uma parada natural magnífica”, conta Oscar.

 

Embora tenha proposta de se apresentar em sociedade na Argentina, Vivi começará a campanha de 2019 mais lentamente, dando lugar para o seu irmão Valt da Boa Barba.